Número de visão: 17899

br

Possivelmente a voz mais distintiva na música de reggae internacional, William ‘Tapetes de Coelho’ Clark é basicamente responsável por criar o Terceiro som Mundial irrefutável. Conhecido e amado em todo o mundo simplesmente como 'Tapetes', o seu juízo e o senso de humor apaziguador seguram-no como um letrista verdadeiro tanto em como da etapa. Mas não se engane pelo que dança jazz. 'Os tapetes' têm um sentido profundo da espiritualidade que forma a premissa de todas as suas interações – a sua genuinidade não é uma afeição.

Originalmente de Manchester, a Jamaica, os Tapetes trabalharam com algumas pequenas bandas de Kingston antes de migrar a Nova Iorque até o final de 1968. Rapidamente estabeleceu-se como um cantor forte, nobre. Dentro de quatro meses da chegada, tinha um trole de Bruklin que durou um ano até que ligasse com a Banda de Círculo interno famosa de 1970-1972, como o seu cantor principal. Durante este tempo lançou dois singles, um primeiro de cobertura dos anos 70 de uma canção de Bobby Womack, “Harry Hippie” e “Caroline Amável” em 1972.

Em 1976, o Terceiro Mundo foi à sua primeira viagem dos Estados Unidos e jogaram em um clube na Aldeia chamada a Linha de Fundo. Os tapetes foram ouvi-los jogar. No trole viu o Terceiro Mundo fundar o membro Cat Coore, (também um antigo membro do Círculo interno), quem lhe deu as boas-vindas na banda. Os dois desenvolveram um respeito mútuo e relações de trabalho que deveram suportá-los no bom lugar nos próximos anos como o Terceiro Mundo reinou na cena de reggae internacional.

Durante a carreira de execução de Tapetes, sempre ressegurava para ver e ouvir este comunicador honesto, sincero ao leme de shows ao vivo, propagando as mensagens eternas de amor, unidade e justiça para todos.

Os tapetes registraram dois álbuns de solo, “que Falam com Você” (1995 Registros de Shanachie) e “Tapetes de Coelho na Alma” (2000 Registros de Rurita). O seu projeto atual, dizem os Tapetes, é uma coleção de todas as Terceiras canções Mundiais que escreveu. Estes re-registros tomarão uma aproximação fresca dos seus clássicos de reggae eternos. O CD planeja-se para o lançamento na primavera 2003 e os Tapetes viajarão com a sua própria banda no suporte.

Tapetes de coelho online
Número de visão: 17899

br

Possivelmente a voz mais distintiva na música de reggae internacional, William ‘Tapetes de Coelho’ Clark é basicamente responsável por criar o Terceiro som Mundial irrefutável. Conhecido e amado em todo o mundo simplesmente como 'Tapetes', o seu juízo e o senso de humor apaziguador seguram-no como um letrista verdadeiro tanto em como da etapa. Mas não se engane pelo que dança jazz. 'Os tapetes' têm um sentido profundo da espiritualidade que forma a premissa de todas as suas interações – a sua genuinidade não é uma afeição.

Originalmente de Manchester, a Jamaica, os Tapetes trabalharam com algumas pequenas bandas de Kingston antes de migrar a Nova Iorque até o final de 1968. Rapidamente estabeleceu-se como um cantor forte, nobre. Dentro de quatro meses da chegada, tinha um trole de Bruklin que durou um ano até que ligasse com a Banda de Círculo interno famosa de 1970-1972, como o seu cantor principal. Durante este tempo lançou dois singles, um primeiro de cobertura dos anos 70 de uma canção de Bobby Womack, “Harry Hippie” e “Caroline Amável” em 1972.

Em 1976, o Terceiro Mundo foi à sua primeira viagem dos Estados Unidos e jogaram em um clube na Aldeia chamada a Linha de Fundo. Os tapetes foram ouvi-los jogar. No trole viu o Terceiro Mundo fundar o membro Cat Coore, (também um antigo membro do Círculo interno), quem lhe deu as boas-vindas na banda. Os dois desenvolveram um respeito mútuo e relações de trabalho que deveram suportá-los no bom lugar nos próximos anos como o Terceiro Mundo reinou na cena de reggae internacional.

Durante a carreira de execução de Tapetes, sempre ressegurava para ver e ouvir este comunicador honesto, sincero ao leme de shows ao vivo, propagando as mensagens eternas de amor, unidade e justiça para todos.

Os tapetes registraram dois álbuns de solo, “que Falam com Você” (1995 Registros de Shanachie) e “Tapetes de Coelho na Alma” (2000 Registros de Rurita). O seu projeto atual, dizem os Tapetes, é uma coleção de todas as Terceiras canções Mundiais que escreveu. Estes re-registros tomarão uma aproximação fresca dos seus clássicos de reggae eternos. O CD planeja-se para o lançamento na primavera 2003 e os Tapetes viajarão com a sua própria banda no suporte.